Crise – Um problema para empresas?

Crise – Um problema para empresas?

Compartilhe

Crise só é problema para empresas que não se preparam ou não querem investir!

A crise de 2016 foi o motivo, justificativa e razão utilizado por muitos para responsabilizar as baixas vendas, a queda de produtividade, a pequena participação no mercado ou até grandes cortes de investimento e pessoal.

A tão temida crise existiu sim, e ainda pode apresentar seus efeitos visíveis no próximo ano. É verdade que as vendas, em um quadro geral, já diminuiu bastante em vários setores. Um exemplo claro é o setor automotivo, que teve a previsão de queda entre 30% e 40%, podendo chegar a mais que isso.

O que não podemos, entretanto, é abaixar a cabeça, ficar culpando períodos difíceis da economia nacional e deixar de investir em qualificação, campanhas intensas de vendas e preparação da organização para fazer tudo o que for preciso para não apenas sobreviver, mas também crescer durante esse momento.

Manter o time de vendas extremamente focado em atingir metas é um dos pontos essenciais para superar os efeitos da crise. Existem também outra série de fatores que devem ser observados para que a equipe de vendas não se sinta desmotivada em períodos de baixas vendas e abaixe seu engajamento com o processo.

Outro meio de lidar com uma crise é melhorando a qualidade dos processos de vendas, prestando atenção também na rotina interna dos diversos setores da sua empresa. No fim, com o aumento da eficiência e a produtividade dos colaboradores, o estabelecimento de um preço competitivo e mais atraente para o cliente que também sofre com cortes no orçamento pode ajudar a empresa a crescer no mercado.

O principal problema que faz com que muitas empresas sofram tanto em períodos de baixas vendas é, segundo especialistas de mercado, a despreparação do gestor e sua equipe para momentos como esse. Se a organização não se prepara com técnicas específicas para esses momentos, como combater as objeções de vendas ou como conduzir um processo com um público mais contido em gastar, os impactos podem destruir uma equipe de vendas.

Neste ponto, os treinamentos práticos de vendas podem ajudar o time de vendas a visualizar e projetar diferentes cenários de mercado, estimulando o profissional a pensar em estratégias para contornar a situação e se dar bem no momento do fechamento da compra. O efeito dos programas de treinamento para motivar a equipe são úteis também no que diz respeito a aumentar as habilidades de cada vendedor para interagir de forma mais precisa com os clientes e, por conta disso, vender mais.

É importante que os treinamentos de vendas, sejam eles presenciais ou pela internet (o que chamamos de e-learning) não fiquem apenas nos conceitos teóricos, mas também apresentem orientações práticas para problemas reais da equipe. Só assim eles conseguirão tirar real proveito dos treinamentos e simulações virtuais para entender a situação simulada e como vencer os obstáculos que o separam da venda.

No geral, como foi possível perceber, a garantia de sucesso das vendas mesmo em períodos de baixa no mercado só pode ser alcançada quando a organização se preocupa com seu maior ativo: o capital humano. São os vendedores os responsáveis por efetivar as vendas que vão permitir que a empresa continue com sua operação, são eles os principais atores no processo de satisfação e fidelização do cliente com a imagem da empresa, e são eles também o motor para o estabelecimento e manutenção de rotinas lucrativas para o negócio.

Entretanto, nem a melhor equipe do mundo consegue melhorar os resultados trabalhando com um processo quebrado. Por isso, fazer uma análise do que está sendo feito atualmente e estudar maneiras de aprimorar os estágios de venda são atividades que podem evitar o desperdício de muito tempo da equipe e recursos da companhia.

A crise é apenas um pedra no caminho para o sucesso, não um precipício sem fim. Com um planejamento bem estruturado, investimento nas áreas de qualificação e treinamento da equipe e também no marketing e estratégias para atração de clientes, além da adoção por toda a empresa de um comportamento proativo, que não deixe os momentos de dificuldade abalarem a motivação e engajamento com os objetivos da empresa, ela pode ser superada.

Ainda tem dúvidas sobre ferramentas que podem ajudar a corrigir problemas de gestão que estão deixando sua empresa para trás? Plataformas de aceleração do desempenho vendas, como a SaleSIM, que oferecem aplicativos para gerenciamento do time de vendas, estabelecimento de metas e comunicação construtiva e constante com os vendedores tem o poder de estimular bons comportamentos. Simuladores de vendas virtuais, como SaleSIMULATOR, e a gestão à vista dos indicadores de desempenho, com o SalePODIO, podem ajudar a sua empresa a fugir da crise e ainda crescer e vender mais em 2017.

Compartilhe
Artigo anteriorTipos de Spread e Como Calcular.
Próximo artigoLançamento livro - Previdência sem Segredos.
Graduado em Ciências Contábeis, possui MBA em Investment Banking e está agora iniciando seu mestrado em economia. Atualmente trabalha no mercado financeiro e escreve os blogs com o objetivo de ajudar as pessoas a conhecerem um pouco mais acerca do mundo econômico, contábil e administrativo e sobre tudo o que isto implica.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta