Estrutura da concorrência nos mercados (Monopólio e Oligopólio).

Estrutura da concorrência nos mercados (Monopólio e Oligopólio).

686
21
SHARE
many 3d humans pull a rope to oposite directions

Para quem é acostumado a fazer compras, sejam elas nos shoppings ou em supermercados, vive se deparando com diversas marcas, produtos e qualidades numa variedade enorme de opções para se escolher. E o que levamos em conta na hora de escolher um produto? O famoso tripé Bom, Bonito e Barato ainda é muito útil na hora de se escolher entre diversas opções.

Porém você já reparou que as vezes quando vamos realizar uma compra o número de marcas disponíveis é limitado, ou as vezes só há uma opção?  Bom, isso ocorre porque há diversos tipos de mercados, justamente o tema de nosso artigo:

Estruturas do mercado.

Para começar precisamos primeiro conceituar o que é mercado. Não estou falando daquele lugar aonde se compra comida, bebidas dentre outras coisas. Mercado será tratado aqui como o lugar aonde as empresas vendem seus produtos e os consumidores os compram, ou seja, o meio aonde acontece às relações comerciais.

(Para saber mais sobre relações comerciais nos mercados clique aqui).

Para entender melhor um pouco sobre os tipos de mercado devemos entender o porquê de haver diversos tipos de mercado. O que movem as empresas? O que estipula os preços dos produtos? O que levam as empresas a entrar em determinado mercado?

Podemos dizer que a resposta destas perguntas é uma única palavra: A concorrência!

A concorrência é a disputa ou competição de várias empresas que atuam no mesmo segmento ou setor para poder chamar a atenção do cliente e assim conseguir o prêmio: lucro. Vamos aqui falar sobre os dois principais tipos de concorrência:

  • Concorrência perfeita: é quando há um numero grande de empresas que vendem para um número grande de consumidores. Por haver diversas opções, os consumidores tem o poder de escolher o produto/serviço que mais lhe convém, enquanto a empresa é obrigada a trabalhar em sintonia de qualidade e preço com as outras empresas concorrentes.
  • Concorrência imperfeita: é quando um pequeno grupo de empresas ou consumidores tem o poder de influenciar os preços dos produtos/serviços por não haver disponibilidade suficiente no mercado para toda a demanda.

Certo, agora que entendemos a concorrência podemos entrar no assunto principal deste artigo, os tipos de mercado. Aqui estão eles:

Monopólio:

Este tipo de mercado existe quando apenas uma empresa possui toda a oferta de um determinado produto/serviço. Por não haver com quem competir, esta empresa pode colocar o preço de seus produtos nos valores que ela bem entender e somos obrigados a pagar este valor, pois não há como adquirir este produto/serviço de outro meio. Estas empresas são as que mais têm lucro no mercado, pois como não há concorrência a tendência é que o consumo do produto ou serviço desta empresa seja feito em grandes volumes.

Oligopólio:

Este tipo de mercado é parecido com o monopólio, porém a diferença é que no oligopólio a oferta do produto/serviço é feito por um pequeno grupo de empresas, ou seja, um grupo de empresas dominam o mercado de forma que eles estipulam o preço de seus produtos. Neste mercado as empresas são tão coligadas que quando uma abaixa o preço ou há um aumento, as outras a seguem num movimento de onda, assim havendo sempre um equilíbrio entre elas.

Uma forma de oligopólio, o cartel, é considerado crime e ele acontece quando um grupo de empresas fazem acordos comerciais para que possam elevar o preço de um produto/serviço, elevando seus lucros uma vez que elas obrigam todos os consumidores a pagarem mais caro por um preço artificial.

Monopsônio e Oligpsônio:

Esta estrutura de mercado ocorre quando há apenas um comprador (monopsônio) ou poucos compradores (oligpsônio). Como as empresas que vendem seus produtos possuem um pequeno campo para trabalhar, os compradores podem vir a estipular quanto querem pagar, as formas de pagamento e até outras regalias na hora da negociação. As empresas por não ter outros compradores acabam cedendo e por vezes podem ter até prejuízos.

Atualmente há todos estas estruturas de mercado coexistido no cenário econômico mundial e nacional.  Diversas empresas surgem a cada dia, outras fecham, enquanto outras fazem fusão para formar empresas maiores e mais sólidas e por isso estruturas de mercados mudam a cada dia.

Para evitar problemas na concorrência existe uma instituição que fiscaliza tudo isso. Clique aqui  e conheça o CADE.

Então é isso…Fica agora a dica de que quando for comprar algo sempre pesquise antes. Se o preço não for o desejável vale ver se existem outras empresas que oferecem um produto similar.

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos!

Até a próxima!

21 COMMENTS

    • Obrigado Kaio Lima.

      Continue acompanhando o site para sempre aprender mais sobre economia! Aproveite e visite também nossos outros sites como o Adm sem Segredos ou o Contábeis sem Segredos… aposto que você irá gostar!

      Abraços.

  1. Antes fiscalizasse … só que não. Na realidade, há vários tipos de empecilhos à livre-concorrência no Brasil. Cartéis de vários tipos, oligopólios de mídia e transportes, licitações combinadas, preços estabelecidos por ‘acordo de cavalheiros’, etc.

    • Olá Jania, tudo certo?

      A concorrência é importante porque a partir dela quem mais ganha são os consumidores.

      Imagine, por exemplo, uma bairro onde exista somente uma padaria e a próxima fica a pelo menos 10 minutos de carro. Uma vez que esta padaria não possui concorrentes, ela pode muito bem cobrar o quanto quiser pelos seus produtos, afinal, ela sabe que poucas pessoas estão dispostas a percorrer 10 minutos de carro só para comprar pães. Desse modo, os clientes desse bairro são prejudicados pela falta de concorrência.

      Imagine agora que outra padaria abre as portas no mesmo bairro. A primeira padaria que antes tinha o monopólio de pães agora se vê obrigada a baixar seus preços para competir com seus concorrentes e manter seus clientes.

      Então esse é um dos diversos motivos que a concorrência vale a pena!

      Espero ter ajudado!

  2. Boa tarde, gostaria de saber qual foi a data que vc escreveu este texto, pois gostei muito dele e gostaria de sitar ele em um trabalho.

  3. Boa noite! Gostei muito do artigo! Estou com duvidas na matéria estrutura de mercado, e gostei muito dessa explicação. Poderia me tirar uma duvida? Em que estrutura de mercado o setor hoteleiro se encaixa? (Duvida de um trabalho).

    • Olá Núbia, tudo certo?

      No Brasil, por termos um mercado turístico forte, temos uma ampla gama de empresas atuando por aqui e, portanto, nenhum grupo econômico possui controle total do mercado.

      Dessa forma, podemos analisar que o setor hoteleiro trata-se de uma competição aberta (concorrência perfeita), não configurando monopólios ou oligopólios.

      Espero ter ajudado! Abraços.

    • Olá Gabriela, tudo certo?

      No Brasil, por termos um mercado turístico forte, temos uma ampla gama de empresas atuando por aqui e, portanto, nenhum grupo econômico possui controle total do mercado.

      Dessa forma, podemos analisar que o setor hoteleiro trata-se de uma competição aberta (concorrência perfeita), não configurando monopólios ou oligopólios.

      Espero ter ajudado! Abraços.

Deixe uma resposta