Perfil de investidor – O que é?

Perfil de investidor – O que é?

Compartilhe

Toda semana eu recebo e-mails me perguntando qual o melhor investimento para se ganhar dinheiro e viver tranquilamente.

Essa resposta, por mais simples que o leitor possa achar que é, não é uma coisa óbvia e objetiva.  Não existe uma fórmula mágica para o sucesso financeiro, e caso existisse, quem seria o louco de compartilhá-la?

Como já foi dito no artigo “Investimentos, qual é o melhor pra você?”, a escolha de um investimento, ou até de uma carteira de investimentos depende do seu perfil de investidor, ou seja, você deve montar uma cesta de investimentos que estejam compatíveis com o seu perfil psicológico. Vamos às explicações!

Perfil de investidor, eu tenho um?

Claro que sim! Todos nós temos!

Hoje quando você abre a sua conta, na maioria das corretoras de investimentos, eles já te encaminham um link com algumas perguntas a serem respondidas para conseguir mensurar que tipo de investidor você é, e assim poder te indicar os produtos que mais e adequem a você.  Em suma, você irá se deparar com perguntas do tipo:

“Quantos anos você tem?”
“Qual seu conhecimento no mercado de ações?”
“Você pretende resgatar seu dinheiro em quanto tempo?”
“Você costuma acompanhar o mercado econômico?”
“Qual o percentual de perda máxima que você aceitaria?”

Após o envio das respostas, eles conseguem traçar para você uma estratégia de investimentos que respeite tanto seu apetite por risco, sua necessidade de liquidez e sua expectativa de rentabilidade.

(Clique aqui para saber mais da tríade Risco-Rentabilidade-Liquidez).

Se a combinação de suas respostas der, por exemplo, um perfil de investidor conservador, você provavelmente receberá dicas de como investir em títulos de renda fixa, títulos públicos do governo e deixar uma parte na poupança pra emergências.

Já se a combinação apontar que você é um investidor agressivo, você vai ter dicas de como entrar no mercado de ações, arriscar com os derivativos, com as opções de compra e venda e tentar rentabilizar ao máximo sua carteira de investimentos!

O perfil de investidor serve para, nada mais nada menos, do que ser um guia que lhe trará a melhor composição para uma carteira de investimentos balanceada e diversificada.

Nasci conservador. Será que vou morrer assim?

Umas das coisas mais interessantes acerca dos testes de perfis de investidor é que, conforme os anos vão passando, nossa percepção de risco, rentabilidade e necessidade de liquidez também vão mudando, ou seja, o tempo muda nossas perspectivas e com isso devemos reestruturar nossa carteira de investimentos para que ela não fique fora de nosso perfil.

É comum a um jovem investidor querer e poder arriscar mais, uma vez que ele não tem muitos comprometimentos como contas para pagar, filhos, despesas com a casa, carro e etc..

Além disso, caso ele venha a perder uma quantia elevada de seu patrimônio, ele tem, em teoria, muito mais tempo para ir atrás do prejuízo.

Já uma pessoa próxima dos 50 anos de idade possui dívidas e despesas que não podem ser abandonadas tão facilmente, como financiamento da casa, faculdade dos filhos, plano de saúde.

Nesse caso, pegar todo o patrimônio deste investidor e aplicar em ações de alto risco é não só inadequado como pode vir a destruir todo o patrimônio que ele demorou a constituir.

Sendo assim, se faz necessário a realização de um novo teste de perfil a cada três a cinco anos, para que você possa mensurar se, na fase da vida em que você se encontra, os seus investimentos são compatíveis.

Lembrando que, independente de que estágio da vida ou perfil você tenha, o importante é diversificar (clique aqui para ler mais sobre diversificação).

Deixamos aqui um link para que você possa descobrir seu perfil de investidor:

Teste de perfil de investidor

O teste é do site “O Globo” e serve para você ter uma ideia de qual seu perfil na hora de investir seu dinheiro. Para testes mais completos, consulte uma corretora de valores ao seu gosto!

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos!

Até a próxima!

Compartilhe
Artigo anteriorPIB - Como calcular?
Próximo artigoGoverno, o homem gordo.
Graduado em Ciências Contábeis, possui MBA em Investment Banking e está agora iniciando seu mestrado em economia. Atualmente trabalha no mercado financeiro e escreve os blogs com o objetivo de ajudar as pessoas a conhecerem um pouco mais acerca do mundo econômico, contábil e administrativo e sobre tudo o que isto implica.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta