PIB – Como calcular?

PIB – Como calcular?

1
0
SHARE

Como já foi dito no nosso outro artigo sobre o PIB (clique aqui para ler), ele serve para medir o tamanho de uma economia em determinado período.

Repare que a todo momento, os governos do mundo inteiro se preocupam em elevar o crescimento do seu país, pois isso significa que a vida da população em geral melhorou. Se a economia se expande, o PIB também vai crescer. Se a economia declina, significa que as finanças do país não vão bem, e consequentemente o PIB vai apresentar uma retração.

Mas agora você pode estar se perguntando… Denis, eu entendi o que é um PIB e o que ele mede. Porém, como que os países calculam sua evolução? Como comparamos o PIB de 2001 versus o PIB de 2014?

Para responder a estas questões meus caros amigos, vamos ao conteúdo do nosso artigo:

Pib…período, quantidade e preço.

Só pra relembrar o conceito, temos que ter em mente a seguinte frase:

“O PIB de um país é a soma do valor de mercado de todos os bens e serviços finais produzidos dentro de um certo período de tempo.”

Ok Denis eu entendi que ele é a soma do valor de mercado dos bens finais, mas não entendi o que é o tal do valor de mercado (VM).

Bem, este valor é a multiplicação do preço que um produto custa vezes a quantidade total de produtos disponíveis no mercado. Por exemplo, um carro novo custa R$ 25.000,00 na loja e existem 5.000 unidades deste carro para a venda no Brasil inteiro. Multiplicando o preço (p) pela quantidade (q), temos o valor de mercado deste produto, que no caso é R$ 125.000.000,00.

Baseado nesta fórmula, podemos dizer que o VM deste carro novo é cento e vinte e cinco milhões de reais.

Se pegarmos os VM de todos os bens e serviços finais de um período, nós teremos então o valor do nosso famoso PIB. Entendido isto podemos continuar com o nosso raciocínio.

Você percebeu também que eu disse “produzidos dentro de um certo período de tempo”?

Isso significa que eu só vou somar os VM dos produtos que foram realmente produzidos naquele período. Por exemplo, se eu produzi um carro no ano de 2014, ele vai entrar na nossa conta final do PIB de 2014. O mesmo vale para a produção de uma máquina de lavar ou de um armário de escritório produzidos em 2014, todos eles serão contabilizados neste ano.

Já aqueles bens que foram produzidos em 2013, 2012 ou até mais tempo para atrás não são contabilizados no PIB de 2014, pois certamente eles já foram utilizados nas bases de cálculos de seus respectivos anos.

Mas pode ficar a dúvida ainda: “E se eu produzi um carro no final de 2013 e só vendi ele no meio de 2014?”

Não importa a data que o bem foi comercializado ou que o serviço foi prestado. O registro ocorre no ano em que o produto foi concebido, no nosso caso, em 2013.

Os anos passam, o PIB muda

Agora eu pergunto a você caro leitor. Você saberia me dizer como é mensurado a variação do PIB de um ano para outro?

Diferente do que muita gente com certeza imaginou, não basta subtrair o valor do ano 2012 – 2011 para saber o valor que variou. São necessários diversos cálculos e os dois principais métodos de medição são:

a) PIB Nominal:

Este tipo de PIB é mensurado em termos monetários, ou seja, ele leva em conta o preço dos bens produzidos em cada período estudado.

Se realizarmos o cálculo acima, teremos o valor de mercado dos produtos produzidos em 2014. Para saber o valor de mercado do ano anterior (2013), basta realizar o mesmo cálculo e chegar a seguinte conclusão:

Variação do PIB = VM 2014 – VM 2013

Certo? Sim e não.

De fato teremos a variação do valor do PIB de um ano para o outro, mas devemos observar que os preços de um ano para o outro variam devido à inflação… Então pode ser que a conta fique assim:

Olhando deste modo parece que de fato o PIB cresceu +4%, pois saiu de R$ 5.000,00  para R$ 5.200,00 mas, se olharmos com atenção, na verdade a produção do país não aumentou. A única coisa que influenciou o “crescimento” do PIB foi a variação do preço dos produtos.

Sendo assim, o PIB não apresentou uma elevação real e sim apenas uma variação nominal. Por isso o cálculo do PIB Nominal pode nos levar a conclusões erradas. Para isto, temos o cálculo do PIB Real.

b) PIB Real:

Como o nome já nos informa, ele é avaliado em termos reais e também é conhecido comumente como PIB a preços constantes. Neste método mantêm-se os preços utilizados no cálculo do ano base para todos os outros anos, para termos com maior precisão o quanto o PIB de fato evoluiu:

Neste método, torna-se claro que o PIB de fato retraiu no ano de 2014, diferente do que nos informava o cálculo do PIB nominal. Com a fixação dos preços, eliminam-se os efeitos de suas variações (inflação) e pode-se ter maior precisão no tamanho da economia do país.

Lembrete:

Para constatarmos se um país expandiu ou retraiu entre dois períodos devemos observar a variação do PIB para classificá-los como:

Recessão: O PIB cai por dois trimestres consecutivos

Depressão: Constantes recessões

Recuperação: Retomada do crescimento do PIB

Prosperidade: Crescimento constante do PIB.

Agora fica mais fácil de você saber como anda a economia do seu país!

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos! Até a próxima!

NO COMMENTS

Deixe uma resposta