Risco, Rentabilidade, Liquidez.

Risco, Rentabilidade, Liquidez.

901
13
SHARE

Muito se fala em pessoas que querem enriquecer e ter uma vida tranquila. Algumas pensam em trabalho, outras em ganhar na loteria, mas para quem pensa em investir seu dinheiro fica sempre aquela dúvida: Onde investir? Quanto? Qual o risco? Isto vai me trazer retorno?

As vezes os pequenos investidores acabam se atrapalhando e fazendo as escolhas erradas, perdem mais dinheiro do que ganham e acabam por fim desistindo de investir. Por isso quando começo qualquer conversa com alguém que quer começar a investir eu pergunto:

Qual o risco você está disposto a correr?

Baseado na resposta da pessoa eu posso orientar melhor através da combinação que é o título do nosso artigo:

Risco x Rentabilidade x Liquidez

Bom, antes de falar o que esta combinação pode resultar, vamos explicar brevemente o que é cada um destes termos:

  • Risco: risco é a chance de um plano seu sair do esperado, ou seja, quando você planeja algo e este não acontece. Qual o risco que corro ao investir neste produto, ação, carteira de investimentos?
  • Rentabilidade: é o valor final que se espera receber por investir o dinheiro. Qual o retorno que espero ter nesta aplicação financeira?
  • Liquidez: é a capacidade de um ativo se transformar em dinheiro. Posso retirar meu dinheiro desta aplicação a qualquer momento?
Agora com a definição destes termos podemos trabalhar a relação deles.

Quando vamos escolher um investimento temos que observar certos pontos para que no futuro nós não passemos raiva ou necessidade financeira. Por exemplo, investir na poupança é um investimento seguro, pois o FGC garante até 250 mil reais caso a instituição financeira quebre, ele é um investimento líquido porque posso sacar o meu dinheiro a qualquer momento em qualquer caixa eletrônico, porém ele não é muito rentável. Hoje a poupança rende apenas 70% da Selic quando ela está em 8,5% ou menor mais a taxa referencial que está quase zero de rendimento, ou seja, quase nem dá para cobrir a inflação.

E um imóvel? É um bem fixo! Posso ganhar o aluguel e ser feliz… porém e se eu precisar de dinheiro? Consigo vender este imóvel rápido o suficiente (liquidez)?

Por outro lado, eu posso investir em ações. Estas possuem uma boa liquidez (posso vendê-las no pregão do dia na bolsa de valores) e dependendo da ação ela possui uma boa rentabilidade, porém junto com ela vem um grande risco.

Como assim risco?

Ao analisar um investimento considerado de alto risco você provavelmente vai encontrar uma rentabilidade elevada atrelada a este investimento, mas cuidado, por ser de alto risco este investimento pode ao invés de te trazer muito dinheiro trazer muita dor de cabeça.

Então alto risco é igual à rentabilidade?

Não! Muitos iniciantes acreditam que por um investimento apresentar risco alto a rentabilidade será maior. Se um investimento é arriscado é porque a probabilidade de ele dar efetivamente certo pode ser muito pequena. Quais as chances da ação da empresa X valorizar? E se descobrirem um rombo financeiro no caixa da empresa? Concorda que esta ação vai perder seu valor e assim você perderá dinheiro? Ao analisarmos um investimento temos que nos atentar ao nosso perfil e ao ponto de equilíbrio:

Risco, Rentabilidade e Liquidez

A imagem acima nos mostra a correlação destes três itens a serem avaliados, porém este ponto de equilíbrio pode variar de pessoa pra pessoa.

Quem é mais jovem e pode arriscar mais dinheiro pode correr um risco maior, pois dará tempo de recuperar este valor. E alguém próximo da aposentadoria? Este vai preferir um investimento mais seguro, mesmo que com uma rentabilidade menor.

Só nós podemos descobrir nosso ponto de equilíbrio. Como? Estudando e investindo.

E vale sempre lembrar que nunca se deve colocar todos os ovos na mesma cesta. Diversificar é o segredo! Ter alguns investimentos mais seguros, outros mais arriscados, uns com liquidez para emergências e etc.

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos!

Até a próxima!

13 COMMENTS

  1. Favor estudar a relação risco/retorno e reformular o que colocou…..

    “Então alto risco é igual à rentabilidade?

    Não! Muitos iniciantes acreditam que por um investimento apresentar risco alto a rentabilidade será maior.

    • Olá Daniel,

      Poderia ser mais específico na parte da qual você não concordou?

      Com o que conhecemos de risco/retorno, nem sempre a rentabilidade é garantida. Tomemos como exemplos as ações da OGX. Uma empresa pré-operacional e sem geração de caixa é um risco enorme, porém elas não se traduziram em rentabilidade, correto? O que eu quis dizer com a frase que você destacou é que por incorrer um elevado risco, o investimento pode se traduzir em uma elevada perda.

      Espero ter esclarecido sua dúvida.

      Abraço.

Deixe uma resposta