Série Pensadores, David Ricardo

Série Pensadores, David Ricardo

167
0
SHARE

Na quarta parte da Série Pensadores, vamos falar de um dos pupilos de Adam Smith! Vamos ao artigo…

Se você pudesse dizer em apenas uma palavra algo em que você fosse realmente bom, qual palavra te descreveria? Baseado nessa qualidade em especial que David Ricardo, um grande economista inglês, elaborou a teoria da especialização, onde cada país deveria focar seus esforços naquilo que mais lhe trouxesse vantagens.

Economista, matemático, físico e especulador, David Ricardo possuiu diversas habilidades que o marcaram na história, seja para o bem ou para o mal, conforme nós explicamos à você logo abaixo. Vamos ao artigo de hoje!

David Ricardo (1772 – 1823)

Nascido em Londres, seu pai era um bem sucedido corretor da bolsa de investimentos à época, o que se traduziu em uma infância próspera e com muitas oportunidades para o jovem David Ricardo.

Influenciado pela profissão do pai e vislumbrado pelo estudo da matemática, o jovem aos 14 anos já operava no mercado de ações, onde mais tarde fez sua própria fortuna, fortuna esta que adveio de um episódio um tanto quanto polêmico.

De forma especuladora, David Ricardo através de informações privilegiadas sobre a batalha de Waterloo publicou no jornal da época que os franceses haviam vencido a guerra, trazendo pânico ao mercado financeiro e jogando os preços das ações lá em baixo.

Foi quando David Ricardo comprou todas as ações que conseguiu e esperou sair o resultado verdadeiro da batalha, no qual a Inglaterra saia vencedora. Quando a notícia se espalhou, o preço das ações voltou a subir permitindo que o David Ricardo pudesse vender suas ações com um ótimo lucro.

A história entre David Ricardo e a economia se deu quando ele iniciou a leitura dos trabalhos de um grande economista liberal chamado Adam Smith, o qual se encantou com o método de análise de Smith e se inspirou para escrever suas próprias Teorias.

No início de sua carreira como acadêmico e economista produziu trabalhos específicos como “O alto preço do lingote de ouro”, sua primeira obra de renome. A partir dai, transformou-se em um economista respeitado com seus escritos sendo publicados para grandes públicos.

Entre suas defesas econômicas, o economista propôs a emissão de moeda sob limite como medida de combate à inflação e também defendeu o livre mercado sem a intervenção estatal.

Sua obra mais famosa chama-se “Princípios da política econômica e tributação”, um estudo sobre as leis de comércio do século XIX que analisava sob diferentes óticas a produção das classes “Trabalhadores”, “Donos do capital” e “Proprietários de terras”.

A teoria das vantagens competitivas.

Imagine que você é um ótimo jogador de xadrez e que sempre ganha as partidas que trava com seus amigos. Você conhece tão bem o tabuleiro e as estratégias do xadrez que pode facilmente ganhar de qualquer adversário.

Imagine agora que você é chamado para participar de um time de basquete para disputar um campeonato estadual. Com seus 1,63 cm de altura, é pouco provável que você realizará jogadas brilhantes e ganhará disputas de bola com os demais jogadores (na média com 2,05 cm) de altura. Melhor você voltar para o xadrez.

A metáfora acima é um exemplo dado que remete a teoria de David Ricardo quando publicou um estudo teórico aonde afirmava que a melhor maneira de um país desenvolver sua força econômica com força total.

Isso mesmo… caso um país possua abundância em trigo, este deve produzir o trigo com toda a sua disponibilidade de terrenos e mão de obra, uma vez que o país ao se especializar em trigo e aumentar sua produção pode negociar com os demais países que também possuem uma especialização, como vinhos, e queira trocar suas mercadorias por trigo.

Segundo a teoria de David Ricardo, quanto mais um país for focado em uma atividade melhor para ele, uma vez que sua vantagem competitiva dará maior poder produtivo para o país e com isso aumentará seu poder de negociação frente outros países.

David Ricardo foi um dos pioneiros na formulação de teorias sobre o comércio exterior entre países, sendo ele um defensor declarado da livre negociação entre nações e a não criação de impostos e impeditivos para que produtos estrangeiros entrassem em sua nação, ao contrário do que pregava o regime da época, o mercantilismo

Então é isso, agora você conhece um pouco mais sobre o economista David Ricardo, considerado por muitos o sucessor de Adam Smith.

Se gostou compartilhe com seus amigos! Até a próxima.

SHARE
Previous article3º Strike?! (Ou não).
Next articleComo investir em imóveis - 3 passos simples.

Graduado em Ciências Contábeis, possui MBA em Investment Banking e está agora iniciando seu mestrado em economia. Atualmente trabalha no mercado financeiro e escreve os blogs com o objetivo de ajudar as pessoas a conhecerem um pouco mais acerca do mundo econômico, contábil e administrativo e sobre tudo o que isto implica.

NO COMMENTS

Deixe uma resposta