Risco Brasil – A nota de crédito do país.

Risco Brasil – A nota de crédito do país.

125
0
SHARE

PARA TUDO! O Brasil perdeu sua nota de crédito com o rebaixamento dado por uma agência de classificação de risco no dia 09 de Setembro de 2015!!

Tá, isso ai eu vi o dia inteiro no noticiário… mas o que isso quer dizer afinal?

“Hoje o Brasil perdeu seu rating, mas eu acordei e ainda tinha café pra tomar, ainda tinha pão com manteiga pra comer, ainda tinha carro na rua e ônibus pra me locomover e emprego pra trabalhar”

A frase acima pode ser atribuída a milhares de brasileiros que leram a notícia pela manhã e não viram de fato nada ser alterado em suas vidas. Como uma nota altera a situação econômica do país? Que nota é essa? Para que ela serve?

Pensando em responder todas essas questões é que elaboramos o artigo de hoje!

Primeiro passo… o que é um “investment grade”.

Do inglês, a tradução é “nota de investimento” que no fundo significa uma nota que as agências de classificação de risco dão aos países para certificar sua capacidade de pagamento de suas dívidas. Funciona basicamente assim:

Um país precisa arrecadar dinheiro (recursos) para realizar suas atividades corriqueiras como a gestão do país. Estes recursos provem basicamente de dois lugares, impostos e títulos de dívidas.

Sobre esses títulos de dívidas, um país emite no mercado financeiro mundial um título sob determinado preço se comprometendo a devolver no futuro o valor emprestado mais um juros compensando o investidor por ter emprestado o dinheiro.

No caso desses títulos, o preço a ser cobrado por cada um deles é determinado de acordo com o risco que este país possui, ou seja, qual o risco de a economia deste país quebrar e ele não devolver o meu dinheiro investido?

Pois bem, em suma, é para isto que uma nota de investimento serve.

E quem são essas agências?

Nós já temos um artigo completo falando sobre elas e você pode conferir ele clicando aqui. Mas recapitulando alguns pontos, podemos resumir dizendo:

As agências que classificam os riscos de países e empresas são conhecidas como agências de ratings e tem a função básica de atribuir notas para determinar em qual classe de risco o país/empresa se encontra.

Estas empresas avaliam e atribuem notas classificatórias de acordo com a situação do objeto estudado além de verificar a confiança que o país/empresa possui no compromisso de pagar suas dívidas no prazo acordado. As empresas mais famosas e respeitadas nesta área são: Moody’s, Fitch Ratings e Standard & Poor’s.

Cada uma destas empresas possui seu próprio método de avaliação e classificação de notas para atribuir de acordo com o resultado da apuração financeira do país/empresa. Veja as notas abaixo:

O Brasil, segundo a avaliação da S&P, era um BBB- (qualidade de crédito média) e agora é um BB+ (qualidade de grau especulativo). Na prática, agora o Brasil possui mais chances de não honrar seus compromissos financeiros (mais chances não significa exatamente que ele vai parar de pagar, só aumentou a sua probabilidade).

Bom, já entendi o que é a nota e quem classifica ela. Como isso me afeta?

Uma vez que você está dentro do Brasil, o que afeta a nota de crédito dele, com certeza te afetará também. A primeira coisa que tende a acontecer é que o COPOM aumentará a sua taxa de juros básico da economia, a Selic.

Com o aumento da Selic, todos as cobranças de juros no país se tornam mais caras, então se você estava planejando comprar algo parcelado ou no cartão de crédito pode preparar seu bolso que o produto ou serviço vai encarecer a prazo. A mesma regra se aplica nos juros cobrados em empréstimos pessoais.

(Para entender o porque da Selic aumentar todas as taxas de juros clique aqui).

Os investimentos diretos também tendem a diminuir com empresas que possuíam planos de entrar no Brasil e começar a operar que podem agora ficar desconfiadas e resolver esperar as coisas ficarem melhores por aqui antes de trazerem projetos para cá. Ponto negativo… o país deixa de ganhar com novas tecnologias e competitividade que melhora nossos produtos e abaixa os preços.

Uma terceira coisa que tende a piorar é que o dólar vai subir!

“Mas por quê?” Você pode estar me perguntando.

Simples. Muitos fundos de investimentos estrangeiros investem seu dinheiro ao redor do mundo como forma de diversificação de risco e busca de maior rentabilidade. Como um país que até outrora era o queridinho dos emergentes (estando até nos BRICS), o Brasil recebia milhares de dólares de investimento estrangeiro.

No entanto, muitos desses fundos de investimentos possuem regras de aplicação de recursos em que só podem colocar dinheiro em determinado país que possua uma boa nota de crédito. Agora que o Brasil entrou no grau especulativo, milhares de fundos não vão poder mais investir aqui e com isso vão tirar seus dólares da nossa economia.

A regra é clara… com muita oferta a cotação do dólar cai (bom para nós consumidores). Com pouca oferta (os fundos de investimento sacando dinheiro) a cotação do dólar tende a subir e com isso importar produtos estrangeiros fica mais caro.

Risco Brasil – O que isso impacta?

Antes de você se desesperar, arrumar todas as suas malas e se mudar para o Canadá, saiba que até em momentos difíceis é possível sair por cima e lucrar com a situação!

Uma vez que a Selic vai possivelmente subir, os investimentos que são atrelados a ela tendem a ficar mais vantajosos porque rentabilizarão mais o seu dinheiro aplicado. Letra de crédito imobiliário, Letra de crédito agrícola e Certificado de depósitos bancários são alguns dos investimentos que pagarão mais aos investidores.

Então se você conseguir guardar um dinheirinho e investir é possível que você obtenha algum lucro, mesmo com a derrocada da nota de crédito brasileira.

(Para aprender como investir nos investimentos citados acima clique aqui).

Ah, também tem um método de se proteger dos países que tiveram suas notas de crédito rebaixados! Clique aqui para ler.

Então é isso. Agora que você entendeu melhor como a situação do Brasil ficou daqui para a frente, você pode se prevenir e ficar alerta com o seu dinheiro!

Aproveite e clique aqui e veja o que ocorreu quando o Brasil perdeu sua nota novamente!

Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos! Até a próxima!

NO COMMENTS

Deixe uma resposta