OLIGOPÓLIO – O QUE É? QUAL SEU SIGNIFICADO?

Tempo de leitura: 4 minutos

Voltando a tratar do tema sobre mercados e suas estruturas de concorrência, vamos hoje falar sobre um dos modelos mais famosos de concorrência: o oligopólio.

Mas antes de começar a falar estritamente sobre o assunto, vale a pena relembrar o que é um mercado, ou seja, o local onde o oligopólio acontece:

“Mercado não é somente aquele lugar aonde se compra comida, bebidas dentre outras coisas. Mercado é também o lugar aonde as empresas vendem seus produtos e os consumidores os compram, ou seja, o meio aonde acontece às relações comerciais.”

Pois bem, agora que sabemos o que é um mercado, temos que entender que ele é movimentado através da oferta e demanda sobre os produtos e serviços disponíveis, ou seja, ele se movimenta com empresas oferecendo coisas e clientes as consumindo através de um fluxo econômico.

Em um modelo de concorrência perfeita existem muitos consumidores e empresas para um mesmo produto/serviço, então a concorrência tratará de regular os preços até chegar a um preço justo par quem vende e para quem compra.

Além disso, a concorrência perfeita também selecionará quais as melhores empresas que atendem seu público alvo com o melhor produto possível ao menor preço praticável. De forma resumida, a concorrência é a seleção natural no mercado empresarial.

O que é Oligopólio?

E quando poucas empresas dominam determinado mercado? Será que isso é positivo para os consumidores ou será que estes ficam reféns das quantidades e preços produzidos pelas marcas disponíveis?

A verdade é que quando poucas ou apenas uma empresa possui o controle do mercado isso é, na grande maioria dos casos, prejudicial a quem demanda certo produto.

Nestes casos, temos um cenário de concorrência imperfeita, ou seja, temos uma ou poucas empresas com o poder produtivo em suas mãos, podendo elas aumentar o preço dos produtos ou diminuir o total de sua produção, lucrando indevidamente com isso.

Relembrando que existem diferenças entre os tipos de concorrência imperfeita, sendo os dois mais famosos o monopólio e o oligopólio, sendo elas:

Monopólio: é quando existe apenas uma empresa que possui toda a oferta de um determinado produto/serviço. Por não haver com quem competir, esta empresa pode colocar o preço de seus produtos nos valores que ela bem entender e somos obrigados a pagar este valor, pois não há como adquirir este produto/serviço de outro meio. Estas empresas são as que mais têm lucro no mercado, pois como não há concorrência a tendência é que o consumo do produto ou serviço desta empresa seja feito em grandes volumes.

Oligopólio: parecido com o monopólio, porém a diferença é que no oligopólio a oferta do produto/serviço é feito por um pequeno grupo de empresas, ou seja, um grupo de empresas dominam o mercado de forma que eles estipulam o preço de seus produtos. Neste mercado as empresas são tão coligadas que quando uma abaixa o preço ou há um aumento, as outras a seguem num movimento de onda, assim havendo sempre um equilíbrio entre elas.

Em resumo, o oligopólio é a dominação de todo um mercado por um grupo reduzido de empresas, sendo que estas em conjunto podem alterar as condições normais sobre a lei de oferta e demanda, alterando preços e volumes de produção.

 E oligopólio é crime?

Não! Apenas o fato de existirem poucas empresas em determinado setor da economia não é característica de crime.

Alguns setores como, por exemplo, os de petróleo (com a OPEP) e mineração exigem pesados investimentos operacionais para que a empresa possua capacidade para conseguir produzir os seus produtos e são poucos aqueles que estão dispostos a alocar tanto dinheiro em um projeto. Sendo assim é até comum existirem poucas empresas atuando nestes tipos de setores.

Porém, existe um tipo de oligopólio que é considerado crime e que, quando descoberto, é julgado e punido criminalmente.

Estamos falando do cartel (para saber mais sobre carteis clique aqui), quando um grupo de empresas fazem acordos comerciais para que possam elevar o preço de um produto/serviço, elevando seus lucros uma vez que elas obrigam todos os consumidores a pagarem mais caro por um preço artificial.

No cartel as empresas de um oligopólio se unem para manipular preços e produção de produtos, aumentando os preços e reduzindo a oferta. Além disso, existem cartéis que são criados para evitar que possíveis novos concorrentes entrem no mercado e, com isso, tomem parte dos clientes das demais empresas existentes.

E você… conhece algum caso de oligopólio no Brasil ou no mundo? Deixe seu comentário abaixo! Se gostou não deixe de compartilhar com os amigos.

Até a próxima!

1 comentário

Deixe uma resposta